Fórum Permanente: “Um horizonte pós-catástrofe: caminhos para o bem viver no Brasil extrativista”